Reitor da UPE vai integrar a Academia Pernambucana de Ciências como Acadêmico Benemérito

O reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Pedro Falcão, foi eleito por unanimidade para integrar a Academia Pernambucana de Ciências (APC) como Acadêmico Benemérito. A votação aconteceu no último dia 25 de março em reunião ordinária da academia.   

A escolha levou em consideração a formação acadêmica e a sua experiência administrativa. “Será um prazer tê-lo conosco participando das nossas discussões. Quero registrar também o nosso agradecimento ao reitor que nos fez um convite para que a sede física da academia seja instalada nas dependências da UPE”, disse o presidente da APC, José Antônio Aleixo da Silva.

O reitor da UPE será o primeiro Acadêmico Benemérito da APC desde a sua fundação em 1978. A posse oficial está prevista para o mês de outubro do corrente ano. “É uma honra integrar a APC. Discutir e promover ciência é parte integral da formação de todo cidadão.  Desta forma, espero contribuir de forma significativa para a academia”.

A Academia Pernambucana de Ciências (APC) é uma sociedade civil sem fins lucrativos que tem como finalidade promover o desenvolvimento de todos os setores do conhecimento humano, visando também a prestação de serviços à sociedade, seja por seus próprios recursos, seja em colaborações ou financiamentos de entidades públicas, privadas e de pessoas físicas ou jurídicas. 

Pedro Henrique de Barros Falcão é bacharel em ciências biológicas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), mestre em ciências na área de biologia celular e molecular pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e doutor em ensino, filosofia e história das ciências pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). É professor adjunto com dedicação exclusiva da Universidade de Pernambuco (UPE).

Foi presidente do Conselho Regional de Biologia da 5ª Região e coordenador de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão; diretor do Campus Garanhuns e pró-reitor Administrativo da UPE. Entre abril e agosto de 2014, ocupou o cargo de secretário-executivo de Ciência e Tecnologia de Pernambuco. Exerce o segundo mandato como reitor da UPE. reeleito para o quadriênio 2019-2022.

PROPEGI publica Edital de Iniciação Científica e Tecnológica da UPE 2021

A Pró-reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Inovação (PROPEGI) da Universidade de Pernambuco (UPE) abriu convocação para que professores orientadores da instituição apresentem propostas de iniciação científica com possibilidade de concessão de bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para os estudantes que serão selecionados.

O Edital de Iniciação Científica e Tecnológica 2021 da UPE, publicado nesta quinta-feira (01/04), estabelece as regras para três programas distintos: PIBIC, PIBITI e PIBIC-EM. O prazo para envio das propostas termina às 17h do dia 13 de maio.

O PIBIC (Programa Institucional de Iniciação Científica) tem o objetivo de promover o interesse pela pesquisa científica e tecnológica entre estudantes de graduação da UPE, contribuindo para formação de recursos humanos comprometidos com o desenvolvimento regional, e colaborando para redução do tempo médio de permanência dos alunos na pós-graduação.

O PIBITI (Programa Institucional de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação) tem o objetivo de promover, entre estudantes de graduação da UPE, o interesse por atividades de pesquisa com ênfase em desenvolvimento tecnológico e inovação, no propósito de fortalecer a capacidade inovadora das empresas no Brasil.

Já o PIBITI-EM (Programa Institucional de Iniciação Científica para o Ensino Médio) tem o objetivo de despertar vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes do ensino médio, mediante participação em atividades de pesquisa científica ou tecnológica, orientadas por docentes da UPE.

O docente deve adicionar no Sistema de Informações Sobre Pós-Graduação e Pesquisa (SISPG) o projeto que concorrerá ao edital, devendo indicar nesta ocasião o programa que a proposta concorrerá (PIBIC, PIBITI ou PIBIC-EM).

De acordo com sua especificidade, os programas podem oferecer até três tipos de vínculos diferentes: projeto aprovado com bolsa concedida pelo CNPq; projeto aprovado com bolsa concedida pela UPE (PFA) ou projeto aprovado sem bolsa (Voluntário). Os estudantes devem ser indicados pelo professor orientador.

As informações completas estão em edital de 25 páginas disponível no link http://www.sispg.upe.br/publico/arquivos/download/206 e também no site da UPE: http://www.upe.br/editais.html.

 

 

 

 

 

 

 

Novos episódios disponíveis no portal de podcasts UPE nas Redes

O canal de podcasts da Universidade de Pernambuco (UPE) disponibilizou dois novos episódios de programas do Conhecimento Solidário que abordam a questão da pandemia de Covid-19.

Com dez minutos de duração, o terceiro episódio da série "Orientação para a população sobre defesa de direito no contexto da pandemia" traz informações sobre o auxílio emergencial, a quem ele é destinado, os requisitos necessários para receber o benefício e outras dicas essenciais. Os autores são os alunos do curso de Direito do Campus Arcoverde Bernardo Maciel e Mirely Santiago. A orientadora é a professora Rita de Cássia S. T. Freitas. Ao todo, a série tem quatro partes.

Já o episódio de oito minutos que encerra a série "Ouvindo Biologia" aponta a relação entre a pandemia e o desmatamento. Os autores são alunos do curso de Ciências Biológicas do Campus Petrolina - Dulya Naíra dos Santos Vieira, Handara Luizze Feitosa Leal da Silva e Luiz Henrique Santos Cursino - sob a orientação da professora Elaini Oliveira dos Santos Alves. A série foi composta de quatro episódios.

As gravações estão disponíveis no Spotify e em outros canais listados no linkhttp://www.upe.br/podcasts.html.

As séries integram o programa de extensão universitária Conhecimento Solidário, coordenado pela Pró-reitoria de Extensão e Cultura (PROEC).

 

 

 

 

Núcleo de Educação a Distância da UPE tem novo link de portal

O Núcleo de Educação a Distância (NEAD) da Universidade de Pernambuco (UPE) migrou o seu portal para uma nova versão do Moodle (Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment), um software livre, de apoio à aprendizagem, executado num ambiente virtual. Com isso, todo o sistema operacional foi atualizado, permitindo uma melhoria de acesso para todos os usuários. 

A mudança ocorreu no dia 30 de março. O novo link do NEAD/UPE é: https://novomoodle.upe.br/

A UPE disponibiliza cinco cursos de graduação na modalidade EAD: licenciatura em História, licenciatura em Ciências Biológicas, licenciatura em letras, licenciatura em Pedagogia e bacharelado em Administração Pública.

Estes cursos funcionam em articulação com a Universidade Aberta do Brasil/Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (UAB/CAPES) desde 2007.

Os campi da UPE que ofertam cursos em EAD são Garanhuns (licenciatura em Ciências Biológicas e licenciatura em Letras), Petrolina (licenciatura em Pedagogia), Mata Norte (licenciatura em História) e FCAP (bacharelado em Administração Pública).

Interessados em mais informações sobre o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) utilizado pela UPE podem acessar a nova plataforma.